sexta-feira, 28 de julho de 2017

Malthusianos

Os nossos malthusianos
Com enorme aleivosia
Impingem os seus enganos
E são imensos os danos
Desses passes de magia…

Deserdados do momento
Sujeitos à caridade
Sem qualquer rendimento
É enorme o sofrimento
Forçada necessidade.

Negada a subsistência
Imolada ao capital
Desgraçada existência
Vítima de prepotência
E exploração imoral!


Julgam-se predestinados
À governação insana
E negam estar errados
Obrigando os desgraçados
À vida mais desumana.


Amândio G. Martins

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.