domingo, 23 de julho de 2017

Direita desesperada

A Direita política no nosso país perdeu a vergonha e o respeito por si própria e por toda a gente. Houve há pouco mais de um mês uma tragédia que afectou muita gente, que se viu sem os seus bens e, ainda mais dramático, sem muitos dos seus entes queridos.
Perante tamanha catástrofe ninguém, com algum pudor e vergonha na cara, teria coragem de usar as carências daquela gente para procurar colher dividendos; mas o que temos visto, da parte daqueles políticos, é verdadeiramente indecoroso.
Na verdade, o que aquelas pessoas que ficaram sem nada mais precisam, neste momento, não é do espectáculo degradante que Passos e Cristas andam por aí a dar, mas de informação credível de que vão ter os seus problemas bem resolvidos.
Só que, para que não haja atropelos de regras e direitos, é preciso tempo; não é com um mês decorrido após o trágico acontecimento que se pode exigir que esteja tudo resolvido, até porque o dinheiro já destinado para esse fim não pode ser entregue de qualquer forma, como se de panfletos de propaganda política se tratasse…


Amândio G. Martins

3 comentários:

  1. Sem Dúvida:

    Na verdade, o que aquelas pessoas que ficaram sem nada mais precisam, neste momento, não é do espectáculo degradante que Passos e Cristas andam por aí a dar, mas de informação credível de que vão ter os seus problemas bem resolvidos.

    ResponderEliminar
  2. Para esta gente da Direita, senhor Magalhães, aplica-se o que se diz cá na minha região: quem não tem vergonha acha que tudo lhe fica bem...

    ResponderEliminar

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.