segunda-feira, 18 de abril de 2016

Novo xeque-mate à Banca Portuguesa


Mais uma trapalhada, e da grossa, se abateu sobre a Banca Portuguesa, a qual, por este andar vai parar mais depressa às mãos e aos cofres de estrangeiros do que era esperado.
Assim, o recuo de Isabel dos Santos nas negociatas entre a CaixaBank, a Santoro, o BPI e ela mesmo, levou os ‘angelicais’ banqueiros espanhóis a dar o xeque-mate (OPA) ao BPI, onde pontifica o ‘ingénuo sem-abrigo’, que achava, se eles – os sem-abrigo – podiam viver debaixo da ponte, ele também podia.
Só que depois são os cidadãos comuns – com os seus impostos – a contribuírem para o peditório para o qual nunca deveriam dar um cêntimo, passando, isso sim, a serem simplesmente banqueiros da massa falida.

José Amaral


Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.