segunda-feira, 18 de abril de 2016

O catolicismo (ab)usa-nos

 Como cristão, não posso estar de acordo com a igreja católica ao fazer penetrar no nosso espírito o complexo de culpa e o sentimento de pecado. Considero um abuso. A Conferência Episcopal Portuguesa
reafirma:«Total rejeição da eutanásia que elimina a vida duma pessoa, matando-a»(!) Ora, o Movimento em Defesa da Despenalização da Morte Assistida não quer matar ninguém! A irreversível e agonizante
doença terminal exige que a Pessoa humana seja livre para Viver e para morrer. Independentemente daquela confissão religiosa ser ou não maioritária, há milhões de Portugueses que não pertencem àquele
rebanho (do Senhor). Relembro os bispos: O Estado é laico e Jesus demarcou o que é de Deus e o que é de César!

 artigo de opinião de Vítor Colaço Santos

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.