sexta-feira, 27 de julho de 2018

As múltiplas faces dos Srs. "Alfredo António"

Uns são o que são, ou melhor, o que não são, pois encobrem-se no anonimato, sem fotografia e sem identificação curricular na "linha do tempo" do facebook. Outros permanecem identificados e delicodoces até que se quebra a crosta  ( ia a dizer pátina, mas esta tem demasiado dignidade que o tempo lhe dá) fina e quebradiça ao primeiro solavanco, pois nem o tempo a tornou mais resistente e rica. Os primeiros devem rir-se, ao espelho, da sua própria brutalidade quando chamam "estúdidos" (sic) e "bestas" aos identificados, escondendo-se atrás do AA que lhes basta. Os segundos são mais fazedores de hipérboles, acintosas ou não, e, quando estas não lhes chegam, inventores de posições onde "atamancadamente" incluem ideias e posições de outros mesmo que saibam isso não é possível pois estes já disseram tudo o que são e pensam ao longo do tempo no espaço comum. E ainda, publicam inverdades, nunca respondendo se são interpelados sobre estas. O "tu" a destempo, o "gentalha" e o Saramago são apenas sinais do tutano que os informa. Dois em um? Ou as duas faces duma mesma moeda. Ah! Por mera curiosidade direi que o Sr. Alfredo António me insultou num comentário, no facebook, a um compartilhamento  que fiz do anúncio da demissão pedida pelo director do PÚBLICO, juntando-lhe a pergunta: que tens tu a ver com isso? Três semanas depois.

Fernando Cardoso Rodrigues

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças. Não diga aos outros o que não gostaria que lhe dissessem. Faça comentários construtivos e merecedores de publicação. E não se esconda atrás do anonimato. Obrigado.