terça-feira, 31 de julho de 2018

Notas de "gestão"

Há muito que a conhecia mas ela é um "sempre em pé". O meu pai, há muitas décadas, falava-me dela a propósito  dum milionário que a praticava em Guimarães. Depois vivi-a na pele, num hospital onde trabalhei, o primeiro em que se "ensaiou" uma prequela das célebres PPP (Parcerias Público-Privadas), sob o acrónimo SA (Sociedade Anónima) e onde a gestão privada era praticada e incensada, mesmo no serviço público. Agora estou a vê-la no SNS e na CP. De que estou a falar? Da gestão "só pagues os quebrados", também designada por " só melhores se houver "beco sem saída"... denunciado". Nos dois primeiros casos não se pagavam quebrados a fornecedores e a trabalhadores, nunca no primeiro, só se houvesse protestos, no segundo. Nos actuais, os dois últimos, como se viu que a "coisa" estava a correr mal, contratam-se cerca de 800 médicos e alugam-se comboios  a Espanha, enquanto se anuncia. com muita antecedência, que... virão comboios novos dentro de três (?) anos. "Gestão" de qualidade e velha de antanho...

Fernando Cardoso Rodrigues

1 comentário:

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças. Não diga aos outros o que não gostaria que lhe dissessem. Faça comentários construtivos e merecedores de publicação. E não se esconda atrás do anonimato. Obrigado.