domingo, 8 de julho de 2018


Medicamentos não são cuecas...


O jornal trazia uma informação do Infarmed dizendo que suspendeu vários lotes de medicamentos com a substância activa “valsartan”, que são utilizados no tratamento da hipertensão; a medida deve-se a ter sido detectada uma impureza nos fármacos fabricados por uma empresa chinesa.

Tratando-se de um medicamento que uso há anos, muito teria apreciado que esta informação também trouxesse o número dos referidos lotes, para poder verificar se também me calharam na rifa, antes de ir à farmácia que mos vendeu; assim, fico a pensar por que raio de diabos havemos de estar sujeitos a envenenar o “canastro” com coisas de fabrico chinês, indiano e sei lá de quantas mais chafaricas à volta do mundo aonde os laboratórios recorrem à procura de mão de obra barata!


Amândio G. Martins

1 comentário:

  1. Essa sua pergunta/interjeição tem toda a razão de ser mas... a cupidez tomou o "freio nos dentes"! Valha-nos ao menos que ainda há alguma regulação científica, como foi o caso. Se esta acabar...

    ResponderEliminar

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças. Não diga aos outros o que não gostaria que lhe dissessem. Faça comentários construtivos e merecedores de publicação. E não se esconda atrás do anonimato. Obrigado.