terça-feira, 21 de março de 2017

Aparências

A vida que é longo encanto,
Mistério a cada instante,
Tempera-a o sofrimento!
Tem um preço que se paga
Por vezes fere como adaga
Mas não ecoa o lamento!


O que queres aparentar
Pode, em si, só albergar
Mentira e desenganos!
Nem sempre o que parece, é!
Há muita árvore de pé
Que secou há longos anos!...

Joaquim Carreira Tapadinhas – Montijo

*****

Não escolhi o lugar onde nasci!
Mesmo que o tempo avance e me cilindre,
Não ouvirás de mim qualquer melindre!
Eu sou assim, assim me construí!...

                                           Joaquim Carreira Tapadinhas  -  Montijo

4 comentários:

  1. Ora aí está... as "máscaras! Mas todos temos algumas, ou humanos não fossemos. E a vida tem também muito de teatro...
    Gostei muito Joaquim e poeta!

    ResponderEliminar
  2. Obrigado pelo comentário agradável e certeiro, e porque o amigo, sempre atento, procura dar saúde ao blogue, estando sempre desperto para dar ânimo à "festa".

    ResponderEliminar

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.