quinta-feira, 23 de março de 2017

TRÊS TEXTOS, TRÊS LEITURAS

O dia de hoje foi rico de debate neste blogue. Pela má razão  do atentado terrorista em Londres na véspera. E foi curioso que, só neste "microcosmo", houve três textos e três visões, a saber: a do Ezequiel, o a do Manuel e a da Graça. O primeiro chama à colação as religiões como causa de fundo deste desastre mundial, embora destrince e acuse  a islâmica já que as cristãs terão feito a "viragem" essencial aquando da Revolução Francesa e com a separação entre Estado e Igreja e termina achando que o problema se resolverá com o fim das madrassas espalhadas. O segundo "varre a direito" os terrorista do Daesh e clama pelo corte radical dos "direitos" dos imigrantes islâmicos ( a palavra não está lá, mas subentende-se) numa guerra "taco a taco". A terceira "gira 180º" e coloca a culpa "todinha" no Ocidente que, com a sua hipocrisia, bem "ensinou" os terroristas  a serem "bons alunos" nessa área. Pelo meio há vários comentários de diversa índole, de que destaco o do José que, sendo agnóstico, se diz modelado na modernidade e incapaz de sair duma visão civilizacional que luta e aduz razões duma forma que, ele pretende, seja - como direi - equilibrada ou, talvez melhor, menos extremada e maniqueísta.
"Pequeno mundo" que talvez seja espelho dum bem maior onde a nossa variedade é saudável mas também pode ser o nosso dissenso radical. Como diria o "outro"... é a Vida!

Fernando Cardoso Rodrigues

1 comentário:

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.