sábado, 2 de abril de 2016

40 anos da Constituição da República Portuguesa

Em 25 de Abril de 1974, o Movimento das Forças Armadas (MFA), derruba o regime fascista e liberta Portugal da ditadura. Um ano depois (1975), são eleitos os 250 deputados constituintes, em eleições livres e com uma participação de 91% dos cidadãos recenseados. 
Em 2 de Abril de 1976, é aprovada a Constituição, que consagra as liberdades e os direitos conquistados com a Revolução do 25 de Abril, e nesse mesmo dia, o Presidente da República (general Costa Gomes) promulgou a Lei Fundamental.

1 comentário:

  1. Passados 40 anos o espírito da Constituição parece não ser evidente. Um pequeno pormenor; o sr. Presidente da República conviveu com os deputados, ainda vivos, que estiveram na Assembleia Constituinte, mas, pelo o que vi na foto de família, só as figuras que tiveram, ou têm, carreira política notável estiveram no almoço. Dois deputados, moradores em Montijo, ainda vivos, que não são doutores, não os encontro no retrato. A separação entre nobreza e povo nota-se nestes aparentes, mas importantes actos. O resto é conversa para entreter saloio e gáudio dos oportunistas.

    ResponderEliminar

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.