sexta-feira, 6 de julho de 2018

SCML: entrou mesmo!

Quando, aqui há meses, se começou a falar da entrada da SCML ( Santa Casa da Misericórdia de Lisboa) no capital do Montepio, escrevi aqui um primeiro texto contra o facto, em que, por desatenção, dizia que esse montante accionista seria de 200.000 euros. Alguém me chamou a atenção para o engano, pois isso seriam "peanuts" para essa "gente". O valor era de 200 milhões!
O tempo passou, quer a SCMl, quer o governo meteram "os pés pelas mãos", nada tinha sido falado, o Montepio "nem vou lá nem faço minga" e, blá, blá, blá! Voltei a escrever, pelo menos mais uma vez e, há pouco, soube-se que o "casório" se tinha realizado. Por quanto? 75 mil euros! Desta vez não me enganei... o "dote" foi quase somente 1/3 daquele que eu tinha previsto!
Volto hoje para perguntar? O que quer dizer tudo isto? De facto não consigo responder, mas que tem que hver algum significado, lá isso tem. Especulando, a palavra "poder", veio-me imediatamente ao "caco". Mais ainda, "exercício do mesmo" terá o tom certo. Tomem lá, o dinheiro é pouco mas é simbólico de que fazemos o que queremos! Irei para o Inferno por "maus pensamentos"? Talvez, mas "tenho um dedinho que adivinha"... A portinha ficou aberta...

Fernando Cardoso Rodrigues

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças. Não diga aos outros o que não gostaria que lhe dissessem. Faça comentários construtivos e merecedores de publicação. E não se esconda atrás do anonimato. Obrigado.