sábado, 7 de julho de 2018


Versos ao Vento...


Pudera eu ter pertinho
Quem à vida dá encanto;
Pisar o mesmo caminho
Saber ganhar-lhe o carinho
Quão difícil entretanto...

Vou lançar versos ao vento
Por todo o lado a voar;
Aonde quer que eles vão
Hão-de levar um coração
Que não se cansa de sonhar...

Vida livre e sem canseira
Aprisionou-a aquele olhar;
Uma bela feiticeira
Que gosta da brincadeira
Mas não me diz  querer amar!


Amândio G. Martins

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças. Não diga aos outros o que não gostaria que lhe dissessem. Faça comentários construtivos e merecedores de publicação. E não se esconda atrás do anonimato. Obrigado.