sexta-feira, 17 de março de 2017

Três em um, com adenda.

Para quando?
Senhor Pedro Marques, para quando as mais que prometidas obras de electrificação da Linha do Douro?
É que àquele nosso rincão que é património mundial, para além dos seus habitantes, para lá demandam também milhões de turistas! Não ficam só por Lisboa, Porto ou Allgarve!

O populismo anda no ar
O populismo anda no ar, como a Primavera está quase a chegar.
E se uma ‘loira burra’ diz coisas que não lembra o ‘arco da velha’, as aloiradas cabeçorras de Brexit, Trump e do oxigenado Geert Wilders estão a dar-nos voltas e mais voltas às nossas pensadoras cabeças, ou não tivéssemos receio do que poderá vir a acontecer num futuro muito próximo.
É que não vai haver água oxigenada bastante para colorar tanta cabeça louca.

Venda de produtos para dormir
‘Venda de produtos para dormir dispara num ano’. Foi este o título de primeira página vindo em um jornal diário.
Os portugueses gastaram ‘apenas’ 14,8 milhões de euros em calmantes, ansiolíticos, tranquilizantes e outros paralisantes, pelo que as compras em 2016 aumentaram 46%.
Se os portugueses não dormem, então não sonham, enquanto os pesadelos são o seu dia-a-dia.

Adenda
 Mexia ganhou somente a módica quantia de 5 500 euros por dia na EDP em 2016.


José Amaral

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.