sábado, 25 de junho de 2016

UMA BRECHA NO SISTEMA


o sistema capitalista é baseado no lucro, nos monopólios, na exploração da esmagadora maioria por uma ínfima minoria. Portanto, é um sistema que gera gritantes e brutais assimetrias,por consequência, injustiça e revolta. Para conter as massas e preservar o sistema, os seus beneficiários, criaram blocos ou associações de países interdependentes, ( mas onde os mais poderosos mandam e mais beneficiam) como é o caso da União Europeia, um sistema global de repressão defesa, a NATO, e o controlo dos meios de comunicação social. De maneira que esta decisão do povo britânico, não colocando em causa o sistema, abre-lhe no entanto uma brecha, e é um péssimo exemplo para outros povos. Daí as campainhas de alarme da tal minoria exploradora, que se fazem ouvir por todo o mundo,a partir das suas sedes de controlo e comando ( FMI, BCE, agências de rating,etc.).
Outras brechas se abrirão, porque o caminho da humanidade, embora por vezes com recuos, é no sentido da dignidade e da justiça, e não do da injustiça crescente que a própria natureza do capitalismo gera.
Francisco Ramalho

Corroios, 25 de Junho de 2016

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.